Inovação

Projetos de Inovação Pedagógica

Uma escola de pessoas, com projetos de vida com sentido

Muitas vezes se entende a Inovação como apenas mais e melhor tecnologia, como mais e melhores equipamentos. Não descurando a sua importância, no Colégio valorizamos a tecnologia como um instrumento ao serviço da Pedagogia. Esta sim, verdadeiramente fundamental no acompanhamento do crescimento holístico dos nossos alunos.

Desse modo, verdadeiramente importante para nós, a Inovação é, sobretudo, Pedagógica.

Desde 2015 que, na senda da sua história e prática pedagógica, o Colégio ousou sonhar, ser audaz e pioneiro no desenvolvimento de novos projetos cujo foco é o desenvolvimento integral dos nossos alunos. Construir, com eles, Projetos de vida com sentido!
Acreditando que o aluno é o protagonista e artífice da sua própria educação, o projeto de formação humana do Colégio Claret tem por objetivo desenvolver a motivação e o interesse de cada um, o espírito de iniciativa e a capacidade crítica na leitura da realidade, numa lógica de preparação de cada criança e cada jovem para uma cidadania ativa e comprometida na construção de uma sociedade mais justa, favorecendo a sua participação na vida do Colégio e da comunidade, animando-os a trabalhar em iniciativas de cooperação e solidariedade. Será necessário fomentar o desenvolvimento integral dos alunos, desenvolvendo uma multiplicidade de competências que enriquecem a pessoa humana, a criatividade, a imaginação, a capacidade de assumir responsabilidades, a capacidade de amar o mundo, de cultivar a justiça e a compaixão.
O Projeto SER+, enraizado no contexto de escola católica, passa por educar promovendo o desenvolvimento integral da Pessoa humana, tendo Jesus Cristo como modelo de humanidade. Um Projeto de Formação Humana procura sempre o caminho da excelência do Ser Humano, processo que implica o desenvolvimento harmonioso da Pessoa Humana nas suas dimensões individual, social e transcendente, sempre em cooperação com as famílias.
...
...
No 3º Ciclo do Ensino Básico a inovação surgiu com a implementação de Áreas capazes de despertar em cada um dos nossos alunos a capacidade de olhar o mundo com otimismo e esperança, abrindo-lhes novos horizontes.
Os alunos podem experienciar dentro da sala de aula e junto da comunidade local realidades distintas das suas e que lhes permitirão questionar-se sobre as suas habilidades.
Assim, as Áreas de Descoberta de Humanidades, Tecnologias, Responsabilidade Social, Economia, Ciências e Artes são momentos que potenciam no aluno, pelas estratégias inovadoras e pelo desenvolvimento de projetos a possibilidade de contactar com o mundo e deixar uma marca diferenciadora.
Conscientes do valor que as competências pessoais, sociais e relacionais assumem na formação dos nossos alunos bem como no seu futuro, o Colégio desenvolveu um diploma, complementar ao diploma tradicional, que se designa de Certificado de Competências Humanas.
A atual realidade, exigente e competitiva, impulsiona-nos, cada vez mais, a arriscar na diferenciação em que as famílias apostam e que o mercado exige. A consciência dos parâmetros de exigência no mercado de trabalho, bem como o patamar elevado colocado na opção pela investigação no ensino superior, levaram o Colégio a desenvolver um sistema de certificação complementar com o objetivo de relevar um conjunto de competências pessoais e transversais que, assumidas pelos nossos alunos, constituam um fator decisivo na sua seleção imediata ou a médio prazo.
...
No final do seu percurso académico, os nossos alunos são certificados não apenas pelas suas aptidões académicas e escolares, mas também com um certificado de competências sociais e humanas desenvolvidas até então.
Oficinas de Artes e Multimédia:

No 2.º Ciclo, querendo ser diferenciadores, enriquecemos o currículo com duas áreas de formação, recorrendo a metodologias de projeto, capazes de potenciar nos alunos competências espaciais, musicais, corporal e cinestésicas. As áreas de formação abrangem uma vertente artística, através do desenvolvimento de projetos que envolvem a representação, a dança e a música e uma vertente tecnológica, desenvolvendo projetos com recurso às tecnologias e artes digitais.