Covid - 19
plano pedagógico de contingência

9 de abril, 2020

4º Comunicado

Covid - 19
plano pedagógico de contingência (09.04.2020)

...


Na atual situação de emergência de saúde pública em que nos encontramos, estando os estabelecimentos de ensino encerrados para que todos possam cumprir o isolamento social decretado pelo governo, o Colégio elaborou o presente PLANO PEDAGÓGICO DE CONTINGÊNCIA (PPC), no qual é definida a estratégia adotada a implementar durante o período de ensino à distância.

O Plano que se apresenta tem como objetivo garantir que todos os alunos continuem a aprender no presente contexto e a desenvolver as suas competências.
A implementação deste Plano requer, desde logo, uma grande colaboração dos vários intervenientes no processo ensino-aprendizagem, para que todos se possam apropriar das ações a desenvolver, de acordo com as suas responsabilidades.

O PPC que se apresenta visa criar estabilidade e integração de todas as ações pedagógicas. No entanto, o seu desenvolvimento é um processo em constante construção, alicerçado na procura permanente das melhores respostas às características de nossa comunidade escolar, quer ao nível tecnológico quer das competências digitais.

A implementação e monitorização do PPC implica atualizações e reajustes que possam vir a ser necessários no desenrolar das ações programadas, procurando sempre o equilíbrio entre o tempo destinado às aulas online previstas em cada disciplina, às tarefas escolares a realizar e ao descanso necessário dos alunos.

Este plano contém quatro componentes: Coordenação do PPC; Estratégia e circuito de comunicação; Ação Pedagógica e Ferramentas Tecnológicas; Monitorização e avaliação.



COORDENAÇÃO DO PLANO PEDAGÓGICO DE CONTINGÊNCIA

1. A coordenação geral do PPC é da responsabilidade do Dr. Vítor Pacheco, Diretor Pedagógico.

2. O acompanhamento e concretização das orientações pedagógicas, no âmbito de cada disciplina, é da responsabilidade do Conselho Pedagógico, concretamente, dos Coordenadores de Departamento Curricular.

3. A organização, acompanhamento e gestão do trabalho a desenvolver no âmbito de cada turma, é da responsabilidade dos Conselhos de turma, orientados pelos Coordenadores Pedagógicos: Dr. Raúl Martins, Dr.ª Ana Azevedo e Dr. Luís Marinho.

4. Será criada uma Equipa de Apoio aos docentes para qualquer dúvida ou dificuldade que possa existir para as plataformas ZOOM, SKYPE, INOVAR ALUNOS e GOOGLE CLASSROM. Quaisquer dúvidas que possam ocorrer, por parte dos alunos, devem ser reportadas ao professor da disciplina que tentará ajudar e na sua impossibilidade reportará à Equipa de Apoio.



ESTRATÉGIA E CIRCUITO DE COMUNICAÇÃO

1. No âmbito das suas competências de supervisão, acompanhamento e coordenação do PPC, a comunicação de eventuais alterações ou ajustamentos do Plano aos pais e encarregados de educação será realizada pelo Diretor Pedagógico, por correio eletrónico.

2. O Coordenador Geral do PPC reunirá com as estruturas de apoio, através de videochamada, nomeadamente, com o Conselho Pedagógico, com os Coordenadores Pedagógicos e com a Equipa de Apoio com a frequência necessária para realizar pontos de situação, delinear novas estratégias, quando necessário, e realizar as comunicações em função das diligências a serem tomadas.

3. O tempo semanal destinado ao projeto SER+ que consta no horário de cada turma, será utilizado pelos Coordenadores Pedagógicos e pelo Gabinete de Psicologia, num trabalho a ser articulado em conjunto, para recolher, dos alunos, informação acerca do funcionamento das aulas, fazer um levantamento dos pontos fortes e fracos do processo ensino-aprendizagem à distância definido no PPC e o levantamento de sugestões/ações de melhoria, bem como dar continuidade ao acompanhamento/orientação.

4. O Coordenador da Equipa Multidisciplinar de Apoio à Educação Inclusiva, Dr. André Sousa, manterá o contacto com os Coordenadores Pedagógicos e com os professores dos alunos que beneficiem de medidas universais e medidas seletivas, de acordo com a legislação em vigor, para, em conjunto, delinearem estratégias pedagógicas capazes de fomentar a melhoria do processo ensino-aprendizagem à distância.



AÇÃO PEDAGÓGICA E FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS

1. Horário letivo: manter-se-ão os horários em funcionamento desde o 1º Período, com exceção do Apoio ao Estudo, das Oficinas de Artes e Multimédia e das Áreas de Descoberta. Estas áreas, que se desenvolvem com recurso a metodologias experimentais, nomeadamente a Aprendizagem Baseada em Projetos e a vivências práticas de trabalho colaborativo, com intervenção dos alunos na comunidade escolar e na comunidade local, não poderão ser ministradas.

2. Os principais meios de comunicação a ser utilizados pelos professores para disponibilizar recursos educativos, fichas e planos de trabalho ou outras tarefas serão o GOOGLE CLASSROM e o INOVAR ALUNOS. Para a realização de aulas online será utilizado, preferencialmente, o ZOOM ou, caso haja sobrecarga, o SKYPE.

3. Antes das aulas, o professor de cada disciplina enviará para o Google Classroom o link de acesso à plataforma Zoom ou Skype para a vídeo aula;

4. Tendo em vista o equilíbrio pedagógico e emocional dos alunos, a carga semanal de cada disciplina irá desenvolver-se da seguinte forma:
- 50% da carga semanal com vídeo aulas, que servirão para os professores poderem introduzir conteúdos, corrigir os exercícios propostos e esclarecer dúvidas;
- o restante tempo letivo será utilizado, pelos professores, para o trabalho complementar: durante este tempo, o professor atribuirá tarefas e atividades (realização de exercícios, fichas de trabalho, leitura autónoma de textos e interpretação dos mesmos, etc…) que os alunos terão de desenvolver, não necessitando de estar online. Para além deste trabalho a desenvolver em tempo de aula, o reforço das aprendizagens deve continuar a ser realizado, autonomamente, pelos alunos.

5. Serão marcadas as respetivas faltas, em cada aula. As mesmas podem ser consultadas no INOVAR e deve ser apresentada justificação para a ausência dos alunos nas atividades.

6. Ferramentas Digitais adotadas:

A. INOVAR ALUNOS – plataforma de gestão já utilizada pelo Colégio desde o início do ano letivo. Na rubrica “AGENDA” serão disponibilizadas as tarefas a desenvolver pelo aluno em cada semana (com os respetivos prazos de realização), bem como a calendarização da aplicação dos instrumentos de avaliação online (testes; fichas de avaliação, questões de aula online, etc.).

B. GOOGLE CLASSROOM - organização de materiais e conteúdos didáticos: cada professor criará as suas turmas na plataforma, permitindo uma interação rápida através de conversas por chat, disponibilização de tarefas, integração de outras ferramentas da Google que poderão ser utilizadas (docs, sheets, slides, forms; ...) e controlo eficaz do progresso dos alunos. A utilização do Google Classroom permite que tudo fique devidamente organizado numa única plataforma.

Procedimentos para utilização do Google Classroom pelos alunos:
Consultar o tutorial Google Classroom.

C. ZOOM/SKYPE - para vídeo-aulas e comunicação pessoal direta: permite a conversação por videochamada, de forma estável, partilha de ecrã, áudio e vídeo, bem como de um quadro interativo.

Procedimentos para utilização do Zoom ou Skype pelos alunos:
Para aceder à vídeo aula não é necessário proceder à instalação da respetiva aplicação. Basta clicar no link de acesso fornecido pelos professores, antes de cada aula.

D. Excecionalmente, poderá ser utilizado o email da turma apenas para os professores darem informações aos alunos. Os alunos não deverão usar este email para comunicarem com os professores ou com os colegas da turma.

MONITORIZAÇÃO E AVALIAÇÃO

A monitorização e avaliação do presente Plano Pedagógico de Contingência será realizada de acordo com o definido anteriormente e atualizado sempre que as circunstâncias o justifiquem.

Colégio Internato Claret, em 9 de abril de 2020

Dr. Vítor Pacheco

Diretor Pedagógico

Pode consultar aqui o documento na íntegra